Você está aqui

DIA 29 DE MAIO: Metalúrgicos mobilizados contra os ataques do governo

Apesar da chuva, a direção do Sindicato dos Metalúrgicos de Limeira, Rio Claro e Região realizou nesta manhã (29/05) mobilizações com os trabalhadores na Faurecia, Iochpe-Maxion (Limeira) e na Whirlpool (Rio Claro). O objetivo é protestar contra a PL (Projeto de Lei 4330) da Terceirização e contra o ajuste fiscal com as MPs (Medidas Provisórias) 664 e 665 do governo Dilma (PT), que atacam o auxílio doença, as pensões e o seguro-desemprego.

Para o dirigente sindical, José Carlos Pinto de Oliveira, “o governo Dilma está tentando esconder um rombo de mais de R$ 300 bilhões nas contas públicas, que foi provocado pela sua farta ajuda às multinacionais que se utilizaram destes recursos para demitir e fazer a reestruturação produtiva às custas da classe trabalhadora”.

A aprovação do PL da Terceirização fará com que aumente o número de acidentes, doenças e mortes nos locais de trabalho, além de diminuir salários e direitos dos trabalhadores. De acordo com o professor livre-docente da Unicamp, Ricardo Antunes, todas as pesquisas sérias mostram que os trabalhadores terceirizados trabalham 30% mais, ganham 30% menos e acidentam-se mais.

A direção do Sindicato dos Metalúrgicos é contra qualquer tipo de terceirização e qualquer medida que retire direitos conquistados a pela luta da classe trabalhadora, por isso está junto com a INTERSINDICAL (Instrumento de Luta e Organização da Classe Trabalhadora), que conta com a participação de inúmeras organizações do movimento sindical e popular de todo país, a fim de potencializar a construção de uma necessária greve geral, que só será construída com ações concretas contra os ataques do governo e dos empresários.

Firmes!
 
#ContraATerceirização
#ContraOAjusteFiscal
#ContraOsAtaquesDoGovernoDilma
#NenhumDireitoAMenos
 
Whirlpool
 
Faurecia
 
Maxion